5 motivos para assistir Agent Carter

domingo, novembro 27, 2016


Quando descobri que a namorada fantástica do Capitão América ia ter uma série apenas dela, fiquei muito feliz e logo devorei a primeira temporada de Agente Carter, uma série em que a heroína é uma mulher, militar e sem super poderes - além de ser a pessoa corajosa que é.


Peggy Carter interpretada por Hayley Atwell, trabalha secretamente na Reserva Científica Estratégica, após voltar da Guerra, em 1946. O que compõe a série se dá após os eventos vistos em Capitão América: O Primeiro Vingador.

Separei meus 5 motivos - além da própria Carter -, para você assistir - e amar - a série.

Feminismo. O machismo da década 1940, EUA, pós guerra é o primeiro impacto ao assistir o primeiro episódio. Carter tem sua capacidade sendo duvidada a todo momento. Ela é vítima do desrespeito dos homens com quem trabalha e passa boa parte da série devolvendo essas atitudes com muita nobreza e competência. Para cada piada machista, um surra em um bandido. E assim, ela mostra a mulher incrível que é, muita além da namorada do Capitão América.


É um ato político continuar trabalhando e lutando pelo bem de todos. Aguentar homens que não têm metade da sua capacidade e conhecimento de guerra, se aproveitando do fato dela ser mulher para humilhá-la não é uma tarefa muito desagradável - sabemos bem disso. Carter é um exemplo de como agir diante do machismo que nos atinge até hoje. Ela não desce do salto, não tira o batom vermelho e mantém o tom de voz sempre alto para compreenderem que ela é sim uma militar experiente e merece estar onde está.

Pancadaria e mulheres lutando. É uma série de ficção, ação, história e drama, com militares americanos tentando proteger a honra do país e desvendar casos bizarros. Logo tem muito tiro e porrada. Mas, Carter e as outras mulheres divas da série aparecem lutando muito e dando um show de "lute como uma menina".


História e ficção. Sendo uma série que segue os eventos pós morte do Capitão América (um militar que passou anos congelado mas retorna à vida)  traz alguns fatos históricos relacionados a Segunda Guerra Mundial, pois o enredo se pauta no fim desse acontecimento. Essa mistura da realidade histórica com ficção é bem interessante.


Figurino e Vintage. Quem ama moda retrô vai ficar muito feliz com todos os figurinos lindos, de todos os personagens e, principalmente, da própria Carter (como o chapéu vermelho e o terno azul que são sua marca registrada). Por ela estar sempre em ação, é possível conhecer trajes mais comfy da época, como calças de cós alto mais largas e camisas em tons neutros, tudo com um toque muito elegante.


É Marvel. Quem ama heróis e Stan Lee & Cia vai amar Agente Carter. Principalmente agora que há cada vez mais espaço para heroínas e mulheres dando a letra nos quadrinhos e produções Marvel. Sem contar que outros personagens sempre se encontram nas histórias. Em Agente Carter, o pai do homem de ferro, Howard Stark, é um grande amigo dela, por exemplo.


Gostou? Vai valer muito a penas ver [disponível no Netflix]. Confere o trailer da primeira temporada, a segunda já está disponível e, posso garantir, continua incrível.
  

Você pode gostar também:

0 comentários

Você gostou? Então, comente!

Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *